TJ-GO determina que 50% dos professores retomem as atividades escolares

Tribunal ainda determinou que sindicato não impeça alunos, pais e professores de entrarem nas escolas.

Por em 05/06/2019 às 22:49

A Prefeitura de Novo Gama entrou com processo na justiça contra o Sinpro-NG (Sindicato dos Professores de Novo Gama) afim de conseguir determinação judicial para encerrar a greve.

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) atendeu parcialmente o pedido. A decisão do juiz Fernando de Castro Mesquita determina que 50% dos professores da rede municipal de ensino retomem as atividades escolares.

O juiz ainda determinou que o Sinpro-NG não impeça os alunos, pais e professores de entrarem nas escolas. Em caso de descumprimento, o sindicato será multado em R$ 10 mil por ato descumprido, limitado a R$ 150 mil.

Os professores de Novo Gama estão em greve desde o dia 19 de maio. A categoria decidiu por aderir a greve quando a Prefeitura Municipal retirou a jornada ampliada, reduzindo a carga horária escolar em uma hora por dia.

2 respostas para “TJ-GO determina que 50% dos professores retomem as atividades escolares”

  1. Carmelita Corado disse:

    A comunidade também não aceita a retirada de 1 hora de aula diariamente.

  2. Debora disse:

    Pq o senhor juz nao determina que acabe a retirada da jornada ampliada e coloque escolas em tem imtegral no município de novo gama pq nas escolas nao tem nem uma infraestrutura para as nossas crianças ter um ensino de qualidade se a prefeita quer reduzir as horas de aulas dos meus filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *